Notícias

09/10/2019 1º Ciclo de Atualização em Inspeção de Produtos de Origem Animal

Em parceria com o Colégio Brasileiro de Médicos Veterinários Higienistas de Alimentos e com a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, a AFAMA - RJ vai realizar em sua sede, entre os dias 29 de outubro e 01 de novembro, o primeiro Ciclo de Atualização em Inspeção de Produtos de Origem Animal.


A programação do evento já está pré-definida:

Nos dias 29 e 30 de outubro, a palestra será de Fernando Fagundes Fernandes, Auditor Fiscal Federal Agropecuário ligado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), tratando sobre o desenvolvimento e implantação dos PAC, princípios de inspeção com base em riscos, base legal, pontos de relevância nos PAC, verificação oficial dos elementos de inspeção, análise das ações preventivas e corretivas, dinâmica em grupo e elaboração de um programa de autocontrole.

No dia 31 de outubro, a palestra ficará a cargo da Doutora Mayara Pinto (a confirmar), Auditora Fiscal Federal Agropecuário ligado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), versando sobre as Instruções Normativas 76 e 77 de 26/11/2018.

No último dia de evento, no dia 01 de novembro, teremos a palestra de uma verdadeira equipe de excelência com Ronaldo Gil Pereira, Auditor Fiscal Federal Agropecuário aposentado e assessor da SUBVISA RIO, Doutor Caio Augusto (a confirmar), Auditor Fiscal Federal Agropecuário ligado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Doutora Mayara Pinto (a confirmar), Auditora Fiscal Federal Agropecuário ligado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e por último mas não menos importante, o Doutor Luís Eduardo da Silva (a confirmar), Auditor Fiscal Federal Agropecuário ligado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Essa palestra terá diversos assuntos, como apresentação do novo RIISPOA visando a harmonização das legislações de serviços oficiais de inspeção e apresentação de modelos de legislação, decreto e normas complementares.

As vagas são limitadas e as inscrições são através dos telefones (21) 2213-2529 e (21) 99681-4171.

Contamos com a sua presença.

16/09/2019 Informes sobre a RGE 11/09/2019

Informe AFAMARJ

No dia 11 de Setembro de 2019 foi realizada a Reunião Geral Extraordinária, divulgada antecipadamente em nossas redes sociais. Tratamos sobre assuntos como a inclusão de novas categorias de servidores em nosso estatuto, plano de saúde, assessoria jurídica com atendimento personalizado, benefícios, novas parcerias e campanhas, viagens de final de ano, além da divulgação do nossos cursos que serão realizados à partir de Outubro/19.

Muita informação, né?

Calma, fica tranquilo(a).

A AFAMA - RJ vai preparar publicações separadas falando sobre cada um dos assuntos abordados, prometendo muita novidade ainda em 2019.

Você pediu curso gratuito para associado?

Pediu também desconto em viagens comemorativas de final de ano?

40% de desconto em uma das melhores universidades particulares do Brasil para Graduação, Pós Graduação e MBA com benefício extensivo aos dependentes diretos do associado?

Já programou a sua aposentadoria? Está sabendo lidar com ela? 

Quer respirar? 

Então fiquem atentos às nossas redes sociais para ficarem por dentro de tudo.

Está com medo de perder alguma postagem? Na história do Instagram vamos te ensinar a não perder nenhuma publicação da AFAMA - RJ.

Gostou das novidades, né?

Não perca tempo e seja sócio da AFAMA - RJ para obter benefícios exclusivos.

Entre em contato conosco: (21) 2213-2529.

12/09/2019 Ponto de Coleta - Projeto ''Rodando com Tampinhas''

Eu avisei que não seria a última vez que falaria isso:

A sustentabilidade é sim o futuro.

Diante disso, abrimos um ponto de coleta para arrecadação de tampinhas plásticas.

''Tampinhas plásticas?''

Sim. Você sabia que as tampinhas plásticas tem muito mais valor do que pensa? Elas podem ser trocadas por cadeiras de rodas. Incrível, né?

Isso é possível graças ao projeto ''Rodando com Tampinhas''. Em parceria com o Instituto Soul Ambiental, o projeto coleta tampinhas por toda a cidade e vende o material para cooperativas de reciclagem. O valor adquirido é revertido para a compra de cadeiras de rodas para a Associação Brasileira Beneficente de Reabilitação (ABBR).

Qualquer tampinha de plástico serve (refrigerante, sucos, energéticos, material de limpeza etc). As tamponas plásticas precisam de alguns pré requisitos, como: Essas tamponas possuem um triângulo marcado com um número dentro, indicando o tipo de plástico. Para o projeto são recolhidas aquelas de número 2 e 5.

Em Agosto foram entregues 36 cadeiras de rodas para a Associação Brasileira Beneficente de Reabilitação (ABBR). 

Agora, a AFAMA - RJ é mais um ponto de coleta de tampinhas plásticas.

Participe. Você estará ajudando ao meio ambiente, a si mesmo e será muito grato ao ver a pessoa que usará a cadeira de rodas.

Vale a pena, né?

Por isso, junte as suas tampinhas e corra para a AFAMA - RJ.

Estamos te esperando.

Vai me dizer que a sustentabilidade não é o futuro?

04/09/2019 Reunião 11 de setembro

Informe AFAMARJ

AFAMARJ Convoca servidores públicos para reunião no dia 11.09.2019, as 10h.

Conforme pauta anexa

02/09/2019 Nota Falecimento

E com pesar que informamos o falecimento do AFFA José Rodrigues da Costa - com 108 anos.

Dr. Costinha, como conhecido, faleceu ontem, 01.09.

27/08/2019 Você Sabia? Episódio 9.

O que você vê nessa foto?

Uma batata que provavelmente estará saborosa quando terminar seu processo de fritura?

Nós da AFAMA – RJ vemos nessa foto a possibilidade de reutilização do óleo que está sendo usado na fritura dessa batata.

Aliás, você já ouvir falar em reutilização de óleo de cozinha?

Não? No episódio de hoje do ‘‘Você Sabia?’’, nós iremos te contar.

Primeiramente, precisamos ter a ciência de que bares, restaurantes, hotéis e residências ainda jogam o óleo utilizado na cozinha na rede de esgoto. Entretanto, vale ressaltar os malefícios dessa atitude. O produto prejudica o solo, a água, o ar e a vida de muitos animais. Também, quando retido no encanamento, entope as tubulações e claro, se não existir tratamento de esgoto, o óleo se aglomera na superfície dos rios, gerando mudança no habitat dos animais que ali vivem.

Agora que você já entendeu um pouco dos malefícios do despejo incorreto do óleo, vamos aprender as práticas de reciclagem do produto: produção de resina para tintas, sabão, detergente, glicerina, ração para animais e até biodiesel, quando o óleo de cozinha é transformado em energia renovável.

Gostou da ideia de produzir sabão? Isso se chama saponificação. Assim que essa publicação entrar no ar, postaremos em nossos stories do Instagram (@afamarj) a receita para a produção do sabão.

No Rio de Janeiro, existem lugares que aceitam doações de óleos de cozinha, como por exemplo a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). Ah, de quebra você ganha uma muda de planta em troca.

Legal, né?

20/08/2019 Novo concurso do MAPA?

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), no início do mês de Agosto, enviou ao Governo Federal um pedido para a realização de um novo concurso, abrangendo 1.744 vagas, distribuídas em diversas carreiras. 

Ainda de acordo com a Assessoria de Imprensa do MAPA foi pedido, também, a nomeação dos aprovados do último concurso, realizado em 2017.

Caso seja aprovado pelo Ministério da Economia, o concurso oferecerá vagas para Auditor Fiscal Agropecuário, como por exemplo na área de Engenharia Agronômica com 150 vagas com vencimentos de R$15.042,71.

 

Também será oferecida, caso o concurso seja aprovado, vagas para o Plano de Carreira de Atividades Técnicas e Auxiliares de Fiscalização Federal Agropecuária, de nível médio, com vencimento de R$7.280,06.

O regime de contratação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) é estatutário, assegurando estabilidade empregatícia.

Ainda não há previsão para a resposta do Ministério da Economia sobre a aprovação do concurso e publicação de edital. 

A AFAMA - RJ estará atenta às novas informações.

04/06/2019 Você Sabia? Episódio 7.

Estava com saudade do “Você Sabia?


No Episódio 7, o queridinho das crianças, jovens e adultos será decifrado. A bebida que está presente em todos os dias na vida de um a cada cinco brasileiros, de acordo com o Ministério da Saúde.

Provavelmente você já ouviu falar que refrigerante faz mal. Certo?

Pois bem, mas já te falaram com clareza os motivos?

Para nos auxiliar, Carlito Cruz, Auditor Fiscal Federal Agropecuário, elencou 3 itens que são primordiais na detecção dos males causados pelo refrigerante. 

Fala, Carlito:

“1)Os refrigerantes( normalmente os que contém de extrato de cola) contém ácido fosfórico(acidulante), interferindo na capacidade de absorção de cálcio pelo organismo, além de levar a osteoporose, fraqueza dos ossos e cáries.

2) Possui grande quantidade de açúcar que causa aumento da glicose no sangue, podendo acarretar em picos de insulina e diabetes. 

3)Podem causar câncer, pois algumas substâncias presentes no refrigerante causam aumento da distensão gástrica e refluxo que aumenta o risco de câncer esofagiano.”

Agora você já sabe né?

Algumas políticas públicas de prevenção aos refrigerantes tem surtido efeito.

Um exemplo dessas políticas está acontecendo em Minas Gerais, pois de acordo com o Jornal Estado de Minas, a partir desse mês, as escolas particulas do Estado não poderão mais comercializar em suas cantinas ou refeitórios alimentos com alto teor de gordura e refrigerantes. 

Parece um sonho né?

E você sabe que de acordo com a pesquisa Vigitel, encomendada pelo Ministério da Saúde, o consumo de refrigerante no Brasil em 10 anos caiu em 53%?

Pois é, os hábitos alimentares estão sempre em transformação, assim como a AFAMA-RJ, que não para de se atualizar.

Fique atento às nossas redes sociais e se associe para usufruir de benefícios exclusivos.

 

23/05/2019 UNIMED RIO - Proposta de Adesão

Informe AFAMARJ

Associados AFAMARJ e servidores publicos,

anexo voce encontra a proposta de Adesão ao plano de saude UNIMED-RIO, qualquer duvida de preenchimento e as datas para inclusão, fale diretamente com: 21 99899-8170.

14/05/2019 Tabela Plano de Saúde

Informe AFAMARJ

À todas e todos os associados da AFAMA - RJ,


Após inúmeras tratativas com a Unimed - RIO, chegamos a um consenso sobre a tabela de preços do plano de saúde.

Primeiramente, agradecemos as incansáveis tentativas das nossas parceiras, Braxter Seguros e o escritório de advocacia e consultoria Machado Ferreira, para atender as demandas dos associados de nossa associação a fim de viabilizar a melhor opção para todos nós.

Visualizem na imagem a nova tabela de preços feito especialmente para a AFAMA - RJ.

Ainda com dúvidas? 

Não hesite e entre em contato conosco através do telefone: (21) 2213-2529.

Para melhor visualização da imagem, visite nossa página do Facebook: @afamarj

24/04/2019 Você Sabia? Episódio 6.

Chegamos ao sexto episódio de nossa série “Você Sabia?” e hoje o assunto será sobre o Vinho. Mais uma vez, contaremos com o excelentíssimo AFFA Carlito Cruz para nos ajudar a desvendar essa bebida alcoólica saborosa que não engorda. Não engorda? Ou engorda? Isso você vai descobrir nesse episódio!


Perguntamos ao AFFA: O Vinho pode fazer bem a nossa saúde, se consumido de forma moderada. Essa afirmação faz parte de um mito ou de uma verdade? Se verdade, qual a importância do Vinho para a nossa saúde, sendo feita a ingestao moderada, tendo em vista a presença de flavonoides, que são ricos em polifenóis, como o revesratrol? 

Obtivemos como resposta: “O Vinho ajuda a circulação sanguínea, isso é fato. Tem gente que supervaloriza, quase como se fosse um remédio, e até usa essa desculpa para beber cada vez mais. Na contramão, há quem abomine, quase sempre se utilizando da desculpa de o vinho ter mais álcool do que qualquer cerveja.
Que a verdade seja dita, vinho é uma bebida alcoólica, e como tal tem seus riscos. Mas também traz muitos benefícios à saúde (quando consumido da maneira e na quantidade correta). Não fique mais na dúvida. Alguns exemplos são:

1. Um escudo natural
Um escudo natural, é isso o que o vinho faz no organismo. Segundo pesquisas da Sociedade Europeia de Cardiologia, basta uma taça diária para diminuir em pelo menos 11% o risco de infecção por bactérias que causam uma série de doenças, como úlceras, gastrites, infecções e muitos tipos de câncer. Isso sem falar que o vinho é o único que não afeta o sistema imune!

2. Engorda ou não engorda?
Talvez o ponto mais polêmico de todos... Afinal, vinho engorda ou não? A resposta pode parecer triste, mas sim, engorda.
Dentre todas as bebidas alcoólicas, o vinho é que tem menos calorias, se bebido moderadamente, claro, e considerando a dosagem. Por exemplo, se comparar um copo de cerveja com a mesma quantidade de vinho, o vinho será mais calórico. Isto porque o teor alcoólico dele é mais alto. Por outro lado, se comparar a mesma dosagem de vinho e destilado, o destilado será mais calórico.
Além disso, é a bebida que menos se transforma em gorduras localizadas – então aquela “barriguinha de chope” não é perigo. Um estudo dos epidemiologistas da University of Buffalo relata que os que haviam consumido vinho nos últimos 30 dias, apresentavam menor tamanho abdominal. E, para fechar com chave de ouro, o teor alcoólico do vinho – nem tão baixo quanto o de uma cerveja, nem tão alto quanto dos destilados – encoraja o corpo a queimar calorias por até 90 minutos depois de beber!
O que engorda no vinho é, na verdade, o açúcar que não se transforma em álcool durante a fermentação (chamado de açúcar residual).

3. Guarde na memória
Não se lembra da data de casamento, mas lembra direitinho o nome, safra e uva daquele vinho que adorou anos atrás? Tem explicação: o vinho ajuda a preservar a memória mesmo na terceira idade. De acordo com o setor médico da Universidade do Arizona, isso acontece porque o vinho previne o sangue de coagular e reduz a inflamação dos vasos, ambos relacionados ao declínio de memória.”

Agradecemos mais uma vez ao AFFA Carlito Cruz, pela disponibilidade e pela excelência nas respostas.

17/04/2019 Operação Semana Santa 2019

No dia 12 de Março de 2019, foi realizada a Operação Semana Santa pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e contou com 70 auditores fiscais federais agropecuários e agentes de inspeção do ministério.

220 amostras de peixes coletadas em diferentes estados foram levadas para o Laboratório Federal de Defesa Agropecuária (LFDA), de Goiânia (GO). Todos passaram por testes de DNA para descobrir se o produto oferecido no rotulo é mesmo o peixe que o consumidor está levando pra casa.

Em alguns estados, o número de fraudes, de espécies baratas vendidas como se fossem peixes nobres, chega a quatro casos em dez.

No entanto, segundo o secretário de Defesa Agropecuária, José Guilherme Leal, no ano passado o índice de não conformidade foi de 21,4% e, agora, baixou para 11%, tratando-se de um ótimo indicativo, afirmou. Nos produtos sob fiscalização direta do Ministério da Agricultura e nos importados, o índice de conformidade foi de 95,03%. “Vamos incentivar cada vez mais esse tipo de fiscalização, pois pretendemos acabar com essa fraude que prejudica o consumidor brasileiro”, afirmou ele.

No dia 10 de Dezembro de 2018, a AFAMA - RJ publicou o terceiro episódio da campanha “Você sabia?” com o AFFA Caio Julio Cesar Augusto, entitulada “Bacalhau tem cabeça?”, aonde ajudamos os leitores a identificarem os tipos de peixes salgados e quais recebem a denominação “bacalhau”. 

Caso ainda não tenha visto, confira a publicação e acerte na Semana Santa de 2019.

 

10/04/2019 Convenio ESTACIO de Sá

AFAMARJ juntamente com Universidade Estacio de Sá,

Vem oferecer convenio de beneficios de descontos nas mensalidades de Graduação e Pós-graduação, aos associados e dependentes (filhos, conjuge,companheiros e dependente financeiro).

Entre, em contato diretamente com a AFAMARJ, pelo tel: 2213-2529 ou por email: afamarj@afamarj.org.br, para maiores detalhes de como proceder.

04/04/2019 Comunicado oficial sobre a reunião realizada no dia 03/04/2019.

Informe AFAMARJ

COMUNICADO OFICIAL AFAMA-RJ referente à reunião realizada no dia 3 de Abril de 2019.

Solicitamos a todos os associados do plano de saúde UNIMED-RIO, pela administradora IBBCA, que entrem em contato, com urgência, com o escritório de advocacia e consultoria Machado Ferreira, parceiro da associação, que presta atendimento na sede da AFAMA - RJ na primeira e terceira quartas-feiras do mês. 

Caso preferira, também disponibilizaremos o e-mail da AFAMA - RJ para que entrem em contato.

24/03/2019 Reunião 03 de abril - 10h

Informe AFAMARJ

Prezados associados no plano de saúde UNIMED, no dia 03.04.2019 - 4a feira, as 10h, teremos reunião com o tema: procedimentos adotados para atender questões do plano de saude. 

Aguardamos todos os interessados nesta reunião.

Wanderley Mendes de Almeida 

20/03/2019 Alimentos e suas técnicas de plantio.

Neste dia 20 de Março, data oficializada pela ONU como sendo o Dia Internacional da Felicidade, para nós, do Hemisfério Sul, inicia-se o Outono. Vocês, seguidores da AFAMA – RJ, sabem: Frutos que se desenvolveram na época correta são mais em conta, têm maior qualidade e sabor destacado. Entretanto, tudo bem caso você ainda não saiba. Por isso, a AFAMA – RJ vai te ajudar.

Iniciamos hoje a série de alimentos e suas técnicas de plantio nas épocas aonde conseguem se desenvolver com maior facilidade.

No outono, por exemplo, são inúmeros os frutos e hortaliças que possuem a safra alta nesse período e nós separamos dois frutos para tratarmos hoje com vocês. São eles: Pimentão (capsicun Annuum) e pimenta (capsicum frutescen).

1. SEMEIO EM SEMENTEIRA PARA TRANSPLANTE

        É feito em sementeira para posterior transplante usando-se 3 g/m² de sementes com um espaçamento de 10 X 10 cm. Fazer os sulcos nas sementeiras com uma profundidade de 1 cm. Colocar as sementes dentro dos sulcos dando uma pequena distância entre as sementes, de modo que as plantinhas ao nascerem não fiquem agregadas uma na outra. Após o semeio, fechar os sulcos com terra fina. Cobrir a sementeira com palha, capim ou saco de aniagem. Fazer uma rega e manter a sementeira sempre úmida.  A germinação tem seu início de 8 a 10 dias após o plantio. Logo após a germinação, tirar imediatamente a cobertura da sementeira.

2. TRANSPLANTE e ESPAÇAMENTO

        Quando as plantas já estiverem com 15 cm de altura, em torno de 25 a 45 dias de sementeira, deve ser feito o transplante utilizando uma pazinha côncava de jardineiro para retirar as mudas da sementeira. No canteiro definitivo, que deve estar devidamente preparado e regado, usa-se o transplantador. Devemos escolher as melhores mudas evitando as raquíticas e com defeitos. Plantar nos espaçamentos de 60 X 60 cm ou no de 80 X 40 cm. 

3. TRATOS CULTURAIS e COLHEITA

       Manter o canteiro diariamente irrigado, preferencialmente pela manhã e no final da tarde. O canteiro já deve estar previamente irrigado e adubado com esterco de curral ou outro tipo de adubo orgânico, pelo menos uma semana antes do plantio. Para esta adubação de base pode ser utilizado o esterco curral na quantidade de 2 Kg/m² do canteiro. Este adubo deve ser bem misturado com a terra do canteiro juntamente com a adubação química. Fazer uma rega após cada adubação. Para complementar a adubação orgânica é recomendada uma adubação de N-P-K na fórmula 14-16-8, na dosagem de 50 g/m².

 Dependendo da variedade do pimentão e da pimenta, a colheita tem seu início entre os 3 a 4 meses após a semeadura e pode se prolongar por mais 2 a 3 meses.

12/03/2019 Você sabia? Episódio 5.

Chegamos ao quinto episódio da campanha ‘‘Você sabia?’’ e hoje contaremos novamente com a ajuda do Auditor Fiscal Federal Agropecuário Carlito Cruz, que traz para nós alguns dos benefícios do óleo que tem se tornado o ‘‘queridinho’’ nas cozinhas brasileiras.


Perguntamos ao Carlito: O consumo de azeite extravirgem têm crescido e com ele, surgem dúvidas sobre o uso e suas consequências. Sendo assim, consumido de forma moderada, quais seriam os benefícios desse óleo, além de ser rico em polifenóis, assim com o vinho?

Com vocês, a resposta do AFFA Carlito:

‘‘ 1)Diabetes Tipo 2: O Azeite de Oliva é rico em gorduras monoinsaturadas que ajudam na prevenção da Diabetes Tipo 2.

 2) Obesidade: O Azeite de Oliva pode ajudar no controle do peso, devido ao seu alto índice de nutrientes.

 3) Saúde do Coração: Ajuda no retardo do envelhecimento cardíaco em conjunto com os antioxidantes que oferecem uma proteção contra a deterioração das células vermelhas do sangue.

4) Pressão Sanguínea: Tomar Azeite de Oliva todos os dias pode reduzir a hipertensão.

 5) Ossos Saudáveis: Ajuda a prevenir a perda de cálcio relacionado com o desenvolvimento da osteoporose durante o envelhecimento.

6) Depressão: Pessoas que seguem a Dieta Mediterrânea, que é rica em Azeite de Oliva, possuem menor risco de desenvolverem depressão.

 7)Cabelos Danificados: O Azeite de Oliva pode ser usado como um hidratante natural nos cabelos, evitando pontas duplas e o ressecamento.

8) Saúde da Pele: É usado em produtos para a pele pois é rico em antioxidantes e vitaminas A e E.


Mais uma vez, a AFAMA – RJ agradece a Carlito Cruz por essa parceria que renderá maiores episódios da nossa campanha.

Fiquem ligados em nossas redes sociais e em nosso site: www.afamarj.org.br

01/03/2019 Feriado Carnaval

Neste periodo de Carnaval a AFAMARJ e DSRJ, não funcionarão na 4a. feira - 06.03.

Retomaremos nossas atividades no dia 07.03 - 5a. feira, expediente normal.

28/02/2019 Você sabia? Episódio 4.

No quarto episódio da campanha “Você Sabia?” e no primeiro do ano, a AFAMA - RJ apresenta o especial de carnaval sobre bebida alcoólica com o Auditor Fiscal Federal Agropecuário Carlito Cruz. 


Atualmente, o consumo de bebida alcoólica na sociedade é objeto de discussão e preocupação  sobre quais as consequências são produzidas a partir da relação entre as pessoas e bebidas alcoólicas. Segundo o Ministério da Saúde, o uso prejudicial de bebida alcoólica é o maior problema de saúde pública no Brasil.

Portanto, para esclarecer algums assuntos, convidamos o AFFA Carlito Cruz para nos ajudar nesse pré-carnaval e garantir aos foliões uma boa e divertida festa, porém com juízo e conscientização.

Perguntamos ao Carlito: “De forma direta, como o organismo reage quando ingerimos bebida alcoólica?”

Carlito, gentilmente, nos respondeu: 

“CÉREBRO: Afeta o Sistema Nervoso Central, podendo causar: perda de reflexo, perda de memória, sonolência e/ou coma.

CORAÇÃO:Libera Adrenalina, acelera a atividade do sangue no coração e aumenta a freqüência dos batimentos cardíacos.

FÍGADO: Altera a produção de enzimas mudando o ritmo do metabolismo do álcool consumido, causando: inflamação crônica, Hepatite alcoólica e/ou Cirrose.

RINS:O efeito diurético do álcool acaba por sobrecarregar os rins, comprometendo o processo de filtragem de substâncias.

ESTÔMAGO:Irrita a mucosa do estômago e esôfago, causando esofagite, gastrite e/ou diarréia.

CONCLUSÃO: Beber com os amigos para comemorar uma conquista, uma vitória ou apenas mais um dia de missão cumprida, pode parecer um hábito saudável, mas não é. O assunto é sério. Mais de dois bilhões de pessoas no mundo consomem bebida alcoólica e o fato de ser uma droga lícita na maioria dos países influencia muito no seu impacto: cerca de 4% de todas as mortes no planeta envolvem o uso de álcool, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o que representa algo entre 2,3 milhões de mortes ao ano diretamente ocasionadas pelo uso, ou abuso, de bebida alcoólica.

“Não existe uma fórmula para consumo seguro, já que são vários os fatores que influenciam em uma experiência etílica, como idade, peso corporal, quantidade de gordura no organismo, ritmo do metabolismo do fígado. Porém, estudos indicam que para um homem adulto há baixo risco de desenvolver dependência quando ele consome duas doses de álcool em um dia, seguidas de dois dias de abstinência. No caso da mulher, falamos de uma dose por dia, seguida pelo mesmo período sem consumo”, explica Claudio Jerônimo, psiquiatra e diretor da Unidade Recomeço Helvetia.”

A AFAMA - RJ agradece a disponibilidade de Carlito Cruz e deseja a todos os seus seguidores, associadas e associados um bom carnaval e pede: Se beber, nao dirija, pois direção não combina com bebida ou outras drogas.

26/02/2019 Plano de Saude - Solução

Prezados Associados,

Após inúmeras reuniões e tratativas com as administradoras, chegamos a uma solucao para melhor atende-los. Nesta quinta feira (28/02), a partir das 10h, estaremos de plantão, para as adesões ao plano de Saude.


Os documentos necessarios são: identidade, CPF, comprovante de residência, carteira do plano de saude, declaracao de permanencia (solicitar a unimed no tel: 3861-3861)  certidao de casamento, certidao de nascimento dos dependentes, 3 últimos boletos. (todos os documentos em copia).


Lembrando que será aberto a todos os servidores (inclusive de outros orgaos), no intuito de oxigenar a massa.  Avisem aos mesmos!

* Atenção ao Prazo para ADESAO.


Atenciosamente,


AFAMARJ

08/02/2019 AGE - 20.02.2019

Informe AFAMARJ

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Assembleia Geral Extraordinária – AGE

 

O Presidente da Associação dos Fiscais Federais Agropecuários do Ministério da Agricultura - AFAMARJ, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os Fiscais Federais Agropecuários para participarem da Assembleia Geral Extraordinária, dia 20 de fevereiro de 2019, com início às 10h, em primeira convocação, com a presença de metade mais um dos associados efetivos, quites com suas obrigações sindicais e em segunda convocação, após trinta minutos de intervalo da primeira, com qualquer número de associados, no auditório da AFAMARJ, Avenida Venezuela, 27 – sala 708/710 – Praça Mauá, CEP: 20.081-311 – Rio de Janeiro - RJ, para deliberarem sobre o seguinte item de pauta:

I – Alterações Estatutárias:

a. mudança da nomenclatura da carreira – Fiscal Federal Agropecuário para Auditor Fiscal Federal Agropecuário.

b. Alteração do Capitulo IV – Quadro Social – acrescentar alínea d, as alíneas existentes.

 

Rio de Janeiro, 07 de fevereiro de 2019.

 

Wanderley Mendes de Almeida

Presidente em exercício da AFAMARJ

05/02/2019 UNIMED RIO - Grupo AFAMARJ

Informe AFAMARJ

Prezados Associados,

Pedimos que aguardem contato da AFAMARJ, sobre o aumento do plano de saude UNIMED RIO - IBBCA. Estamos revendo o contrato.

Maiores informações, entre em contato 2213-2529

 

17/01/2019 Reunião AFAMA - RJ.

Informe AFAMARJ

INFORME AFAMA - RJ:

Ficam convocados todos os associados e associadas da AFAMA - RJ, que possuem plano de saúde da UNIMED - RIO pelo IBBCA/AFAMARJ, à participarem da reunião, no dia 23 de Janeiro de 2019, às 10 horas na sede da AFAMA - RJ, localizada na Avenida Venezuela, 27 / 702 - Praça Mauá, Rio de Janeiro, para obter esclarecimentos a respeito do reajuste do plano de saúde UNIMED - RIO e possível migração para outros planos de saúde.

 Contamos com a presença de todos.

15/01/2019 Áreas de atuação do AFFA.

Hoje, a nossa publicação vai especialmente para os nossos seguidores que desejam se tornar Auditores Fiscais Federais Agropecuários (AFFA).


O primeiro passo é ficar atento ao concurso do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Mas, em algumas ocasiões, os candidatos não sabem quais são as possíveis áreas de atuação de um auditor fiscal federal agropecuário que existem ao se tomar posse do cargo.

Então, vamos lá:

O AFFA pode atuar em diversas áreas do Ministério da Agricultura a depender da região do país em que for alocado. Alguns exemplos são:

Inspeção

O Serviço de Inspeção Federal (SIF) é o responsável por assegurar a segurança dos produtos de origem animal. As empresas que fazem produção, manipulação, embalagem ou até mesmo o transporte de produtos de origem animal devem seguir certas regras para garantir sua inocuidade e qualidade.

O AFFA poderá trabalhar no SIF, atuando nas empresas, de forma a assegurar que essas normas sejam seguidas e os produtos de origem animal, tanto os comestíveis quanto os não comestíveis, sejam produzidos dentro de um padrão estabelecido de qualidade.

Além disso, os profissionais que forem alocados em estabelecimentos de abate ficarão responsáveis pelos exames ante mortem e post mortem das espécies de açougue, para garantir a segurança da carne e seus derivados.

Vigiagro

O Brasil é hoje um dos maiores exportadores de produtos de origem animal e vegetal do mundo. Por esse motivo, foi criada a Vigilância Agropecuária Internacional do Brasil (Vigiagro).

Os profissionais alocados nesse setor podem trabalhar em portos, aeroportos, postos de fronteiras e aduanas especiais, sendo a sua atuação na fiscalização de bagagens com o objetivo de verificar a presença de produtos de origem animal ou vegetal sem prévia autorização do Vigiagro, além do controle da importação e exportação de materiais de multiplicação, animais vivos, produtos de uso veterinário e até troféus de caça e taxidermia.

Saúde animal e vegetal

O Brasil é um país com alta vocação para a agropecuária. Portanto, faz-se necessário que ações com o fim de garantir a prevenção, o controle e a erradicação de doenças que afetam os rebanhos e as lavouras do nosso país.

Essa atuação depende também dos convênios existentes entre o MAPA e os órgãos de agricultura. Uma ação que os profissionais do MAPA costumam fazer mesmo com bons convênios, é a fiscalização de casas agropecuárias que comercializam medicamentos de uso controlado.

 

08/01/2019 Retrospectiva 2018 AFAMA - RJ

Podemos dizer que o ano de 2018 foi um ‘‘divisor de águas’’ para a AFAMA – RJ.
Começamos o ano com a eleição em nossa associação, sendo eleito o atual presidente Wanderley Mendes de Almeida para o biênio 2018/2020.

A partir de então foram realizadas diversas reuniões para traçar os objetivos da AFAMA – RJ a curto, médio e longo prazo.

Um de nossos objetivos foi aproximar nossos associados e associadas de nossa associação por intermédio das nossas redes sociais.


Parcerias conquistas e frutos gerados. Uma dessas parcerias foi com o escritório de advocacia e consultoria MACHADO FERREIRA, tendo como fruto as duas edições do nosso ‘’Café com Direito’’ com o Dr. Leandro Machado e a assessoria jurídica em todas as áreas.


Nucleus Idiomas, Braxter – Seguros e Roca Turismo também são parcerias firmadas no ano de 2018 pela AFAMA – RJ. Esta última foi responsável pela organização da nossa confraternização de final de ano, realizada em Petrópolis – RJ.


No dia 22/11/2018, foi feito o encontro de aposentados e pensionistas na Delegacia Sindical do Rio de Janeiro, com participações especiais do atual presidente da AFAMA – RJ, do Maurício Porto, presidente do ANFFA SINDICAL, entre outros.


Iniciamos, também em 2018, a campanha ‘‘Você Sabia?’’ que aborda diferentes temas , envolvendo diretamente os nossos seguidores, associados e os Auditores Fiscais Federais Agropecuários. Os AFFAs participam ativamente de nossa campanha, sendo eles os responsáveis pelas elucidações de dúvidas geradas por diversos temas.


Para coroar o ano de mudanças na AFAMA – RJ, realizamos o sorteio natalino de final do ano, tendo como ganhador o Amaury Vieira. 


Nós da AFAMA – RJ, agradecemos imensamente o retorno de nossos associados e seguidores em nossas redes sociais e estamos a disposição de quaisquer dúvidas e esclarecimentos. 


Fiquem atentos em nossas redes sociais e site para acompanharem o 2019 de nossa associação e as futuras publicações. 


Continuaremos na mesma direção de 2018, com objetivos previstos e cumpridos.

03/01/2019 Bem vindo, 2019.

Adeus, 2018.


Entramos em 2019 e a AFAMA - RJ deseja a todos os nossos seguidores e seguidoras um ano extraordinário.

Com isso, após os feriados de final de ano, voltamos com novas ideias para consolidar a aproximação de nossa associação com os seus associados e associadas.

Nesse mês, faremos uma retrospectiva de 2018 relembrando seus principais acontecimentos, divulgaremos as vantagens enquanto sócios da AFAMA - RJ, continuaremos a coluna do “Você sabia?” e muito mais.

Lembrando que estamos também no Facebook e Instagram.

Fiquem atentos em nossas publicações. 2019 só está começando.

Ficou curioso(a) em saber as vantagens de ser sócio? Não tem problema. 

Entre em contato conosco através do telefone: (21) 2213-2529 e saiba mais.

31/12/2018 Feliz 2019.

Estamos encerrando o ano de 2018 com muita dedicação e com o término do ano, ficam as lembranças e agradecimentos.

Cada conquista da AFAMA - RJ foi fruto da partipação de todos os associados e associadas. 
Por isso, nosso muitíssimo obrigado.

Os desafios são vários, porém estão sendo superados. A aproximação com os nossos associados e seguidores foi um desses desafios de 2018 e através de um trabalho equipe, temos conseguido fortalecer ainda mais essa relação.

Em 2019, esperamos contar cada vez mais com nossos associados e associadas, que são beneficiados com exclusividades.

Nós, da AFAMA - RJ, desejamos um 2019 repleto de alegria e energia para que possamos fazer da nossa associação um local ainda melhor.

Faça parte da AFAMA - RJ e tenha benefícios exclusivos em 2019.
Para isso, entre em contato conosco através do telefone (21) 2213-2529 e saiba mais.

27/12/2018 Tradições e culturas na virada do ano.

A chegada de um ano novo, não só no Brasil, mas em inúmeras regiões e culturas, é acompanhada de tradições e rituais para ‘‘abrir os caminhos’’ para a chegada da sorte.

Ciente disso, a AFAMA – RJ, assim como fez no Natal, resolveu divulgar algumas tradições da ceia de réveillon que ocorrem no Brasil, para nossos associados e seguidores.


Os primeiros e provavelmente os mais tradicionais, são os espumantes, champagne e vinhos frisantes. Diz a crença que essas são as bebidas da celebração da vida, da alegria e por isso atrai felicidade. Existe o costume de tomar 3 goles de champagne e para cada um fazer um pedido.

O segundo alimento que trazemos é a uva, que tem origem na Espanha, onde as pessoas comem 12 uvas à meia-noite. A uva do ano novo carrega grande simbolismo porque acredita-se que traga prosperidade e paz.

O terceiro item é a Romã. Ela simboliza fertilidade e prosperidade, além de florescimento, crescimento e abundância. A simpatia da romã também está fortemente associada ao Dia de Reis (comemorado em 06 de janeiro), pois a data marca o início de um novo tempo no ano que se iniciou. Pela tradição você deve guardar três sementes secas de romã. Mas não esqueça, devem ser levadas na carteira durante todo o ano.

Para o quarto alimento e não menos importante, separamos a lentilha. A planta da lentilha é uma trepadeira da família das leguminosas, de origem asiática e que é cultivada no mundo todo. Sem dúvida, é um dos alimentos mais populares na ceia de ano novo. Presente em quase todas as mesas das famílias brasileiras, este grão se assemelha a moedas e por isso é o símbolo mais popular de fartura, prosperidade, renovação e renascimento.

Por último, para começar o ano de 2019 com pé direito, recomendamos associar-se a AFAMA – RJ para obter benefícios exclusivos e ser informado primeiramente de eventos e viagens. Para isso, entre em contato conosco através do telefone: (21) 2213-2529.

17/12/2018 Histórias e receitas de itens clássicos da ceia natalina.

Entra ano e sai ano, uma das certezas que temos é que o mês de Dezembro, mais especificamente em seu final, é marcado pelas festas de final de ano e entre elas está o natal.

É mês de confraternização na empresa, reencontro de amigos e familiares com o tão esperado amigo oculto e ciente disso, a AFAMA – RJ preparou um misto de histórias com receitas de alguns dos alimentos clássicos presentes no banquete natalino brasileiro.


1) O primeiro item que separamos está presente, se não em todas, mas na maioria das ceias natalinas. A mistura de pães, leites e ovos denomina-se rabanada em nossas ceias. A rabanada é natural da península ibérica, aonde o doce foi caindo no gosto do povo aos poucos, sendo que no começo do século 20 se tornou um alimento comum na Espanha. Seus primeiros registros históricos são datados do século 14, em Portugal, e foram feitos pelo poeta espanhol Juan del Encina.

Ingredientes:

2 baguetes (ou pães de rabanada), 1L de leite, 2 latas de leite condensado, 3 ovos grandes, óleo para fritar, açúcar a gosto e canela a gosto.

Modo de preparo:

Misture o leite com o leite condensado.  Mergulhe o pão nesta mistura rapidamente.  Passe o pão no ovo batido. Frite em óleo quente até ficar dourado. Com um papel absorvente, retire o excesso de óleo de cada rabanada. Misture o açúcar e a canela em um prato e passe as rabanadas. Sirva a seguir.

2) Ceia de natal sem peru assado não dá, né? Não pode faltar. O peru tem a sua origem relacionada aos pelos astecas e pelos índios norte-americanos, sendo tratada com um verdadeiro prêmio quando uma tribo dominava outro território.  

Ingredientes:

1 peru limpo com cerca de 4 Kg. 2 cebolas grandes cortadas em pedaços pequenos. 1/2 colher das de sopa de molho de pimenta. 1 colher das de sopa de mostarda tipo francesa. 1 garrafa de vinho branco seco. 3 xícaras de caldo de galinha. 1 xícara de manteiga derretida. Sal a gosto. Manteiga derretida.

Modo de preparo:

Pré-aqueça o forno em temperatura média (180º C). Coloque no liquidificador as cebolas, os alhos, o molho de pimenta, a mostarda, 1 xícara de vinho, 1 xícara de caldo de galinha, a manteiga, o sal e bata bem. Passe para uma vasilha, juntando o vinho e o caldo de galinha restantes, misturando bem. Recheie o peru e coloque-o numa assadeira sem untar. Segure a pele do peito do peru com uma mão e, com a outra, empurre-a para soltar da carne. Fure a carne com um garfo e, com o auxílio de um injetor de tempero, injete a manteiga derretida em vários pontos do peito do peru. Esfregue o tempero preparado na superfície do peru e injete um pouco na carne. Puxe a pele de volta, cobrindo novamente o peru, e costure com linha grossa. Cubra com papel alumínio e leve ao forno por cerca de 3 horas, regando o peru a cada 20 minutos com o molho que cair na assadeira. Quando o papel já estiver escurecido, retire-o e deixe o peru no forno até dourar.

3) Sem necessidade de receita, juntamos dois itens em um só, pois são clássicos em qualquer ceia natalina. São eles: Nozes e castanhas. A associação entre o Natal e as nozes remonta às espécies de nogueira nativas da Europa e Ásia, que dão frutos no fim do outono e começo do inverno. Devido à facilidade de seu armazenamento e valor calórico, acabaram se tornando alimentos bastante consumidos para quem pretende suportar temperaturas extremamente baixas.

 

10/12/2018 Você sabia? Episódio 3.

Chegamos ao nosso terceiro episódio da campanha ‘‘Você sabia?’’ e hoje trataremos sobre o bacalhau, item clássico na ceia de natal de muitas famílias, devendo ser visto com atenção e cuidado pelos consumidores do peixe.  Para isso, contaremos com a ajuda de Caio Julio Cesar Augusto.

Intitulado de ‘‘Bacalhau tem cabeça?’’, o terceiro episódio aborda o questionamento sobre o que se faz com a cabeça do bacalhau, tendo em vista que não chega as mesas das famílias que consomem o produto.


Pois bem, com a ajuda de Caio Julio, iniciaremos o terceiro episódio respondendo ao título do terceiro episódio: Sim, o bacalhau tem cabeça. Entretanto, a maioria dos brasileiros não se atenta a essa dúvida pois o verdadeiro bacalhau (abordaremos essa expressão adiante) não existe em nosso país. Após ter as vísceras retiradas, o bacalhau passa por um processo de salga e cura, e nesse processo também é retirada a cabeça do peixe, pois além de não possuir valor comercial, impede a salga do mesmo. Como todo bacalhau que chega aos mercados é importado salgado e seco, muitos consumidores sequer sabem como é a cabeça do peixe e as alternativas para conhecer é através de fotos ou viajando para os mares do Atlântico Norte.

Mas o que é esse verdadeiro bacalhau?

Existem cinco tipos de peixes salgados e secos no mercado brasileiro, mas apenas dois podem receber a denominação ‘‘bacalhau’’. São eles: Gadus morhua e Gadus macrocephalus. Os demais são classificados como peixes salgados e seco, entretanto são cotidianamente chamados de bacalhau.

Portanto, fique atento!

Caso você tenha tirado fotografias próprias da cabeça do bacalhau, mande e interaja conosco através das nossas redes sociais.